Peruíbe (13) 3451-7000 | Itanhaém (13) 3421-9999 | 13 997101143

Ceia de natal e de final de ano pode ajudar a prevenir doenças cardiovasculares?

20/12/2018

*Por: Anete Hannud Abdo - CRM 34240

As doenças cardiovasculares são as grandes causadoras de morte no mundo moderno.
 
 
Em 2003, um grupo de cientistas propôs, num trabalho publicado no renomado periódico médico British Medical Journal, o uso do que eles chamaram de “polypill” (“poli-pílula”) para a prevenção das doenças cardiovasculares. Trata-se de uma fórmula contendo medicamentos (sinvastatina, hidroclorotiazida, atenolol, enalapril, ácido fólico e aspirina) para combater simultaneamente quatro importantes fatores de risco relacionados às doenças cardiovasculares: LDL-colesterol (colesterol “ruim”), pressão alta, coagulação do sangue e aterosclerose.
 
Segundo os cálculos destes cientistas, baseados em evidências de redução de risco de cada um dos medicamentos, o uso diário desta “polypill” poderia reduzir em mais de 80% as chances de ter um infarto ou um derrame.
 
Em 2004, também no British Medical Journal, outro grupo de cientistas, usando o mesmo tipo de cálculo estatístico, lançou a idéia da “polymeal” (“poli-refeição”) em contraposição à “polypill”: uma combinação de sete alimentos que, por suas propriedades benéficas, por exemplo como antioxidantes, se ingeridos todos rotineiramente poderiam reduzir de forma semelhante (75%) os infartos e derrames. E, é claro, sem os efeitos colaterais dos medicamentos da “polypill”...
 
Se você é daqueles que já está pensando que seria mais fácil engolir uma pílula, pois deve ser um sacrifício ingerir os alimentos da “polymeal”, não se precipite! Os sete componentes da “polymeal” são: vinho tinto, amêndoas, peixe, alho, verduras, frutas e chocolate amargo!
 
Dá uma ótima ceia, não dá?
 
Boas festas e vamos brindar! Saúde!
 
Obs.: Para quem se interessar, coloco abaixo o link para as referências. Vale a pena ler os comentários bem-humorados enviados pelos leitores.
A strategy to reduce cardiovascular disease by more than 80%
The Polymeal: a more natural, safer, and probably tastier (than the Polypill) strategy to reduce cardiovascular disease by more than 75%
BMJ 2004; 329: 1447-1450. https://www.bmj.com/content/329/7480/1447
 
*Dra. Anete Hannud Abdo é endocrinologista.